terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Alguma Pista sobre os efeitos da Pista ?


Pista,

 
Desde há muito que ouvia os colegas de treino falarem maravilhas sobre as virtudes dos treinos em pista.  Chegámos mesmo a combinar fazer 2 treinos semanais neste ambiente.
Por diversas razões nunca aderi a esta ideia. Mas confesso que tinha alguma curiosidade em fazer um teste

 
Ontem porque saí mais cedo, fui treinar para a pista de atletismo Carla sacramento

http://sportragal.com/estadio-carla-sacramento/

 
Dirigi-me á secretaria onde me apresentaram as condições de admissão e custos para as sessões de treino livres. Cheguei á conclusão que para quem quer manter os treinos de pista com regularidade deve inscrever-se +/- 11€ e aderir a um dos pacotes de treinos que são carregados num cartão personalizado. Assim sempre que for treinar será descontado um treino ao pacote que aderiu de 5, 10, 15 ou mais treinos, tem ainda a vantagem de não haver prazo de validade para os mesmos. Eu como ainda ia naquela de saber o que era e se ia gostar preferi pagar um treino livre +/-1€ que não paguei por gentileza dos senhores. Após o protocolo processual encaminharam-me para a zona de balneários onde tinha um cacifo e chave por 1 € (valor recuperável ao sair) e daqui o acesso á pista.

 
Passo diariamente a algumas centenas de metros mas nunca tinha tido aquele ímpeto de entrar e treinar, realmente é enorme e com umas excelentes condições para treinar.

 
Iniciei uma volta de aquecimento, ajustei o relógio e comecei o treino.
           O piso é totalmente diferente da estrada, agarra mais, sem relevo, mais iluminado, não sentia o impacto da passada, é fácil uma pessoa entusiasmar-se e fazer treinos em ritmos mais rápidos.

Á medida que ia avançando comecei a sentir algum desconforto de andar sempre a correr á roda, na secretaria disseram-me para correr pela faixa exterior a menos que quisesse fazer séries e aí poderia utilizar a interior. 5 Voltas, 10 voltas sempre sozinho neste tipo de treino apesar de haver algumas dezenas de pessoas na pista nas mais variadas modalidades de atletismo, equipas aproveitam as instalações municipais e vêem treinar os seus atletas, ontem deveria ser dia das outras modalidades do atletismo, salto em comprimento, em altura e barreiras, digo eu! Pois eram os aparelhos espalhados pela pista junto ás bancadas e onde se concentravam a maioria dos atletas. As nuvens escuras pairavam sobre o complexo mas sem chuva apesar do frio gélido das 20h.

      15 Voltas e continuava sozinho de vez em quando vinham uns atletas a dar a volta á pista , mas era sol de pouca dura 1 volta e paravam. Outra volta e encostavam á box. Do lado da pista um corredor a dar a volta á pista,  de casaco laranja fluorescente pensei: -“ será desta?” como não tinha levado o polar não sabia a quantas andava mas calculava que seria por volta dos 5,20” isto mais ou menos a olhómetro. Pensei que o melhor seria apanhar o colega desconhecido e aproveitar a sua companhia pois sentia-me um pinguim no meio do deserto. Acelerei, acelerei e reparei que mantinha a mesma distância, pensei “ bem, deve andar ao mesmo ritmo que eu.” Olhava de lado para o outro lado da pista e parecia-me que era alguém com um passo mais lento que o meu e até amarrecado e eu não apanho o tipo? Aumentei o ritmo, senti que estava a nadar pra fora de pé e a distancia mantinha-se. Voltei ao meu ritmo passado uma volta ou 2 , sentia pelo canto do olho que do outro lado a distancia era menor , mas não era eu a apanhá-lo ..raios!

Mas quem..como..que raio!! Desisti de tentar apanhar o tipo, e só pensava ( intrigado) mas quem será? Que vem tipo TGV? Antes da 20ª volta resolvi encostar e fazer que apertava o atacador (ainda por cima elástico eeheheh) para me deixar ainda mais piurço era uma mulher, aquele temível tipo, afinal era uma senhora veterana (+40 anos) que com um jeito muito peculiar de se inclinar pra frente me estava a embaraçar..recomecei a correr sempre pela mesma linha e ela corria por dentro..por dentro!! Será isso? ela baldando-se prós conselhos do tipo da secretaria ia por onde queria e eu ( totó) desunhava-me para a acompanhar. Queria no mínimo fazer uma volta com ela,  melhor , atrás dela ..Sempre queria confirmar se o seu passo era mesmo este e o encurtamento das distancias se devia ao facto de correr algumas dezenas de metros a menos que eu, ou se afinal a senhora seria mesmo uma atleta á seria! O passo era (sem gps é-me difícil ser mais rigoroso) o mesmo que o meu, quanto muito as distancias seriam em principio as mesmas , mas não ..Quem corre por dentro corre muito menos? eu vi que me mantendo sempre por fora a distancia aumentava a olhos vistos..num assomo de vergonha e de embaraçado, disse: -“ mas quê isto? Um maratonista desiste assim..? conforma-se com as estatísticas das distancias entre correr por dentro e correr por fora, e fica feliz com a desculpa? leva uma abada de uma atleta que até nem vai depressa por aí além.?” dei a volta final (25) numa agonia que só deus sabe, a deitar tripas e bofes pelas orelhas mas apanhei-a, limpei os putos dos sprints e por pouco não chocava com um rapaz que atravessou a pista..foi tudo a eito!

Claro que a mulher deverá ter pensado, mas quem é este estrôncio que anda pra´qui a correr feito parvo..? Deduzo eu..mas como bem educada que será pensará apenas que sou um tipo a quem mudaram a medicação e deu-lhe pra´isto.

Ela acabou o seu treino e foi alongar-se no lado do campo relvado e eu ainda dei mais uma volta, em jeito de triunfo como se as bancadas estivessem repleta de admiradores e entusiastas e me aplaudissem de pé abada á outra atleta.

 
São estes pequenos nadas que nos fazem sonhar..e estimulam a continuar.

 
Sai pouco depois e comecei a sentir os joelhos (ambos) mas doíam mesmo! E os gémeos ??? mas de que seria? Seriam ainda os efeitos tardios dos 20 km de cascais? Seria do treino em pista ? daquelas voltas todas ? se equacionar-mos que corri 25 voltas x 4 curvas em cada volta = 100 !! Será da pista? Do tartan e eu de sapatilhas de estrada? Serei que abordei mal o piso e a outra atleta é que tem razão e correu mais ou menos umas 10 voltas e acabou o treino? Na altura senti os pés dormentes e ligeiramente inchados será da pista? Enquanto não souber o que é ..
 
Não volto lá !!

salvou-me o dia,  uma valente posta de bacalhau cozido com legumes ao jantar , carregandinha de azeite e um copo de vinho do monte dos Pêgos

tenho dito !
 
;)
 

13 comentários:

bluesboy disse...

Da primeira vez que experimentei ir ao tartan (na minha 2ª casa, no Estádio 1º de Maio), parecia que tinha voltado aos anos 80 e pisava alcatifa... e é de facto mais desgastante (embora no princípio não pareça).

Não desistas de ir ao tartan mais vezes... primeiro estranha-se e depois entranha-se ;)

Jorge Goes disse...

boas Bluesboy
tens razão é um piso estranho para quem só fez estrada e trail.

mas vou tentar não perder o entusiasmo e ir mais vezes.

Bluewater68 disse...

:) Jorge, é sempre com muito gosto que leio os teus relatos.
Pista? Pois bem. Comecemos por um pormenor curioso. Tu pagaste para usar aquilo (isso fica onde?). Pois eu, para usar a pista de Faro (numa CM bem endividada), apenas tive de dar os meu dados para uma ficha e a partir daí só tenho de por o meu nome numa folha quando lá vou. Custo para mim? Zero. Custo para a CM de Faro? Bastante, tendo em conta a iluminação e utilização dos balneários. Muitos nem param na pista, que é coisa que eu faço muitas vezes: dou 3 voltas à pista, saio e faço 9Km à volta de Faro (ena, cidade grande), regresso à pista e faço mais 2 voltas para descontrair. No fim, tomo um rico banho quente. Eu gosto de não gastar nada, mas reconheço que assim, é difícil entender como pode haver dinheiro para manter estes equipamentos.
Pista, é onde se consegue correr mais rápido e onde o esforço é menor. Pelo menos é onde, a ritmo lento, eu consigo ter as pulsações nos primeiros patamares.
Pista, um triatleta do Louletano dizia-me sempre: tu sai da pista! Tu não andes lá! Aquilo não é para ti!
Bem, a verdade é que foi lá que fiz a rotura nos gémeos. A verdade é que depois de recuperar dessa lesão, quando metia os pés na pista, sentia sempre grande desconforto nos gémeos. Não sei. A verdade é que andam lá muitos a fazer séries a ritmos alucinantes (para mim) e não os vejo a lesionarem-se.
Sugestão: quando lá voltares, não andes sempre no mesmo sentido. Eu costumo inverter a cada 3Km. Pode não parecer mas nas curvas está sempre a forçar o mesmo joelho.
Uma das pistas medirá exactamente 400m (não sei se é a interior). A pista 8, que é onde eu ando sempre, mede 470m (dados do Garmin).
Pista, a grande vantagem? A possibilidade de apenas ter de fazer uns 200m para ir balneário, o que é excelente quando o tempo está incerto e com possibilidade de chuva, ou quando achamos que vamos precisar de ir ao WC ao meio do treino. A desvantagem? Andar às voltas sozinho não será coisa que de grande motivação, longe disso. Mas ali na pista de Faro, também há sempre um ou outro que eu conheço, com quem acabo por acompanhar e ir falando. Um deles, grande corredor que eu admiro, vai este ano tentar fazer a ultramaratona na Grécia, uma coisa de 250Km (creio).
E é isto sobre a pista.
Abraço

Jorge Goes disse...

boas Luis, grande post o teu meu caro.
não paguei foi oferecido mas sei que os treinos livres ou seja sem cartão de utilizador e sendo do concelho anda mais ou menos á volta de 1€. hoje quero lá voltar para tirar todas a s duvidas mas vou seguir o teu conselho e inverter a direcção de x em x voltas. os gemeos doeram-me, os pés tambem e uma dor nunca sentida que já andei a ver na net e acho que será canelite, uma inflamação da tibia que provoca dor e em casos extremos obrigha a paragem prolongada ou fractura por stress.
acho que a pista pode servir para um tipo com as minhas caracteristicas de longa distancia apenas para treinos de força e treinar séries mas há que dar o beneficio da duvida. por acaso é verdade vi atletas a rolar na estrada que conduz ás instalações entravam faziam 1 ou 2 voltas e saiam ..habitualmente treino com uns colegas que fazem pista e dizem maravilhas ..eu não vi ainda nenhuma .

abraço

Luis Estêvão disse...

O tartan é uma borracha e logo já amortece a passada, e juntamente com as sapatilhas é duplo amortecimento, e daí que tenhas dores, pois esforçaste a aderência à pista!
Ja´ando há uns tempos para lá ir experimentar aquilo.. também sou da Margem Sul - Fernão Ferro. Um dia destes a malta encontra-se por lá!

Bons treinos!

Jorge Goes disse...

boas Luis sou do Pinhal de Frades, logo teu vizinho

hoje vou lá por volta das 19h e picos

abraço

Runnerboy79 disse...

Boa tarde!A pista tem como todas as coisas ou seus prós e contras...mas em relação à Pista do Seixal, só tem contras...o piso está degradado e é muito duro, provocando problemas lombares e de gemeos, aconselho-o a visitar a Pista da Sobreda, junto à Rotunda de Vale Figueira e de certeza que ficará com outra impressao em relação ao que é um verdadeiro piso sintéctico (tartan)
Bons treinos.1 Abraço

Runnerboy79 disse...

Acho que teve azar na pista escolhida para realizar a sua experiencia, a Pista do Seixal, está degradada, o piso precisa de ser remodelado, pois está gasta, o piso é duro (como alcatrão) pelo que a sua utilização causa dores na zona lombar e gémeos (sei por experiencia propria).Alias grande parte dos atletas de pista ja nao se treina por la (derivado as lesoes provocadas pelo piso) e mesmo provas oficiais sao desaconselhadas!
Porque nao da uma saltada à Pista da Sobreda, e ai sim poderá efectuar a sua experiencia e de certeza que ficará com outras sensações em relação ao que é pisar e correr num verdadeiro piso sintectico!
Bons treinos.1 Abraço

Jorge Goes disse...

Runner obrigado
pelas dicas, tens razão por acaso reparei que havia partes em mau estado e até vi poças de agua o que quer dizer que não esta nivelada para as saidas laterais de escoamento. mas como era a minha primeira vez não liguei. Essa informação é muito importante. Abraço e bons treinos

Corre como uma menina disse...

Nunca corri em pista tartan, se exluirmos aquele bocadinho à volta do campo de futebol na Corrida do Benfica,e, mesmo assim, protegida com um tapete contra as milhares de passadas dos atletas (e agora questiono-me se será mesmo tartan, não me recordo, não é estádio que frequente :p) por isso não te sei ajudar.
Mas nesse caso das pistas, na de fora fazes sempre mais uns quantos metros que na de dentro, por isso não te preocupes, que a forma não está assim tão má. ;)

Vê lá isso das dores, não podes facilitar.

Bjs

Jorge Goes disse...

Ola R
sabes quantos metros a mais tem a pista de fora em relação á de dentro, segundo a informação do luis Santos são 70m!

Qt ás dores tenho que me protejer melhor pois já vi que tenho joelhos cristal d'arques e a 24 dias de badajoz não convém muito..

e tu estás boa? vens á costa ? o joão vem e vai arrasar :)

bj e bons treinos

Luis Estêvão disse...

P. Frades? Costumo treinar na minha zona... Redondos, Catrapona e Fernão Ferro. Se calhar já nos cruzámos por aquelas bandas!

Já agora, a pista de fora tem 449 metros...

Hasta

Jorge Goes disse...

boas Luis,
se treinas de noite já nos cruzamos de certeza, ctarapona, redondos até lá acima ao cruzamento dos predios e voltra, quinta laranjeiras..fernão ferro são os meus locais de treino. Hoje há pista ao final do dia.

abraço